Comunidade Imaginada

:: coisas da antropologia ::

Firefox, Zotero e Scribe

O Firefox, browser altamente recomendável como alternativa ao Internet Explorer – que, contrariamente ao que muitos pensam, não aparece dentro dos computadores por geração espontânea, mas é lá (im)posto pela Microsoft – pode ser adaptado às necessidades, desejos ou vontades de cada utilizador, através de um sem número de configurações ou de extensões que ampliam as funcionalidades do browser.

O Zotero é uma dessas extensões e torna-se totalmente indispensável para quem utiliza a internet como ferramenta de pesquisa.

zotero_screenshot.jpgPermite arquivar todo o género de documentos e classificá-los por tipologia – livro, artigo de revista, de jornal, website, blog, video, som, imagens, programas de rádio ou de televisão, podcast, e muitos mais etceteras -, arrumá-los em pastas e sub-pastas, acrescentar-lhes ligações para documentos arquivados no PC, atribuir-lhes palavras-chave, efectuar pesquisas, ler e anotar os documentos offline (sem ligação à internet), exportar bibliografias em vários formatos e muito mais. Tem outras vantagens: é leve, não sobrecarrega nem o browser, nem o PC; tem protocolos com bibliotecas várias, editoras, livrarias e outros repositórios de publicações, que permitem arquivar automaticamente as referências bibliográficas, e… na parte que me toca, se me obrigassem a optar entre o Zotero e o telemóvel, escolheria o Zotero sem qualquer hesitação. At last, mas não menos importante, é grátis e tem uma quantidade de gente que, por mera “carolice”, trabalha para acrescentar cada vez mais funcionalidades e utilidades ao Zotero.

Os responsáveis por este fenómeno são investigadores do Center for History and New Media, onde desenvolveram não só o Zotero, como um conjunto de outras ferramentas. Durante muito tempo, na época pré-Zotero, utilizei intensivamente o Scribe. Ainda o mantenho, mas em estado de desactivação progressiva, porque já é possível exportar os registos do Scribe para o Zotero e, na minha opinião, este substitui o Scribe com vantagens. Neste momento, utilizo o Scribe para catalogação de arquivo em papel – fotocópias de textos vários e referências de livros – que ainda não tive tempo de transferir para o Zotero. Mas é uma boa opção para quem não quiser migrar do IE ara o Firefox.

[CM]

No comments yet»

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: