Comunidade Imaginada

:: coisas da antropologia ::

Arquivo de Uncategorized

http://library.nu/

http://library.nu/. (dead site)

Anúncios

Anthropology of this Century

Uma nova revista de antropologia online e em open access, “Anthropology of this Century“. Edita Charles Stafford da London School of Economics. Artigos de Sherry Ortner (“On Neo-Liberalism“), de Stafford (“Living with the economists“), Maurice Bloch (“The Blob“), entre outros.

Os antropólogos e as revoluções no Médio-Oriente

O blog antropologi.info faz uma extensa recolha de artigos, posts, análises e opiniões de antropólogos e outros cientistas sociais sobre os actuais movimentos sociais nos países do Médio Oriente e Norte de África.

“A wonderful development” – Anthropologists on the Egypt Uprising (updated 6.2.)

Saba Mahmood: Democracy is not enough – Anthropologists on the Arab revolution part II

John Postill: Egypt’s uprising: different media ensembles at different stages

Asef Bayat: Egypt, and the post-Islamist middle east: Why the portrayal of Egypt’s uprising in terms of its potential capture by Islamists is doubly misleading

Keith Hart: CLR James and the idea of an African revolution

Sami Hermez: Sacrifice and the Ripple Effect of Tunisian Self-immolation

Slavoj žižek: For Egypt, this is the miracle of Tahrir Square

Gabriele Marranci: The Libyan massacre: or rather protesters killed for Italian and European interests?

[CM]

E agora…o caos?!

Mais uma “borla” da Sage…

… mas só até 31 de Outubro. Oferta de acesso livre e gratuito a todas os artigos publicados nas revistas da SAGE, desde 1999 até à data.

Desabafo (2)

Não tenho nada contra o optimismo. Eu própria, sempre que posso, também sou optimista.

Mas tento ser criteriosa quanto aos motivos e objectos dos meus estados de espírito. Desbaratar optimismos e pessimismos, aplicá-los ao calhas e adjectivá-los ao deus-dará não faz o meu estilo. E não dá jeito nenhum. Em tempos de crise, também devemos racionalizar os estados de alma. Poupar alguns para o que der e vier.

Desabafo: tadinho, tadinho, tadinho…

Se o gajo fosse meu filho, entregava-o já à segurança social.